sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

JANEIRO - SECRETARIA DE SAÚDE MOSTROU DESPESAS COM CONTRATOS DE PROFISSIONAIS E PRESTADORAS DE SERVIÇOS


Secretária de Saúde Luciana Freire
A Secretaria de Saúde apresentou valores gastos com contratos em janeiro referentes a despesas com profissionais da saúde, medicamentos e serviços.

As despesas/contrapartidas com contratos de 11médicos/plantonistas – Hospital Municipal e CAIS, somaram R$ 161.950,00. Profissionais como fisioterapeutas, psicólogos e fonoaudiólogo somaram R$ 7.700,00. Técnicos em radiologia R$ 3.370,00. Despesas com laboratórios R$ 13.451,00. Medicamentos/Farmácias e drogarias R$ 19.503,94 e ainda medicamentos da atenção assistida R$ 37.828,79. Prestadoras de serviços como informática,lixo, mecânica, telecardio, R$ 10.225,88. As despesas com contrapartida somaram R$ 254.029,91 no mês de janeiro.

As despesas com verba específica para as UBS, inclusive os contratos de 3 médicos R$ 39.000,00, e ainda enfermeiros R$ 3.700,00, Prestadoras de serviços com informática, odontologia, manutenção em equipamentos R$ 2.372,00, totalizaram R$ 67.432,00.

Ao todo R$ 321.461,91 foram gastos no mês de janeiro especificamente com contratos e pagamentos de serviços e prestradoras.

Vale registrar no entanto que este não é o valor total das despesas da prefeitura na área da saúde já que não estão somadas despesas com combustível, diárias de motoristas de ambulâncias, despesa de salário dos servidores, medicamentos, alimentação, limpeza, manutenção de ambulâncias e vans, entre outras.

SECRETARIA DE SAÚDE PRESTA CONTA DAS ATIVIDADES NO MANEJO CONTRA A DENGUE - PRIMEIRA SEMANA

Reunião do Conselho Municipal de Saúde de Jussara
A Secretaria Municipal de Saúde fez prestação de contas e das atividades da primeira semana do Arrastão contra a Dengue e a febre Chikungunya ao Conselho Municipal de Saúde em reunião realizada no auditório da Biblioteca Municipal.

A Coordenadora do Núcleo Epidemiológico Gisleynne Cansado juntamente com a Secretária de Saúde Luciana Freire informaram aos conselheiros sobre as atividades desenvolvidas pelo Manejo contra a Dengue, que envolve também o Núcleo de Combate a Vetores, já realizado nos bairros: Bairro Goiás, Bairro Nortista, Vila Mutirão, Vila Natalina, Jardim Itaiara, Setor Mansões do Bosque, Vale do Araguaia, Setor Nova Jussara, Vila Nova e Setor Aeroporto.

No Setor Nova Jussara foi realizado o bloqueio contra a dengue como forma complementar para impedir uma epidemia, essa ação é associada à eliminação de criadouros, com aplicação de larvicida onde não seja possível eliminar de forma mecânica. 

Bloqueio contra a dengue no Setor Nova Jussara
Foi apresentado o relatório com as despesas envolvendo aquisição de uniformes, panfletos, sacos de lixo, lanche, água e combustível. Despesas com mão-de-obra, divulgação volante também foram apresentadas.

O arrastão está sendo realizado com visitas aos moradores para conscientização sobre a necessidade de eliminação dos criadouros do mosquito aedes aegypt, visitas domiciliares para eliminação dos criadouros em residências e limpeza nos lotes baldios e áreas públicas.

A Secretaria de Transportes e Obras, através da Ação Urbana está recolhendo o lixo retirado dos lotes e terrenos, e também fazendo a roçagem de matagais.


O presidente do Conselho Municipal de Saúde Dr. Luiz Carlos Borges de Oliveira está acompanhando o arrastão contra a dengue desde o início, inclusive alertando para a necessidade de se eliminar o foco dos mosquitos. Na reunião os conselheiros ouviram os relatos das atividades e fizeram também sugestões e perguntas sobre a campanha.

O coordenador do Núcleo de Combate a Vetores José Valmir no manejo contra a dengue

Fotos: Fernando da Saúde

UNDIME-GO - SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DE JUSSARA PARTICIPA DE PREPARATÓRIA PARA O 8° FORUM

Reunião preparatório para o 8º Fórum da Undime-GO
A secretária de educação de Jussara, professora Norma Bomtempo participou da reunião para discutir assuntos relativos ao 8º Fórum da Undime Goiás e a eleição da nova diretoria biênio 2015/2017. A reunião aconteceu no gabinete da professora Neyde Aparecida Silva, dirigente municipal de educação de Goiânia e presidente da Undime Goiás.

A União dos Dirigentes Municipais de Educação de Goiás (Undime-GO), por meio de sua Diretoria, em atenção às determinações estatutárias da instituição, está convidando todos os Dirigentes Municipais de Educação para participarem do 8° Fórum Estadual, e eleição da nova Diretoria Executiva para a gestão do biênio 2015/2017, eleição dos delegados que participarão do Fórum Nacional da Undime, e indicação dos 18 coordenadores dos Pólos regionais da Undime-GO.


Data: 19 e 20 de março de 2015; Local: Auditório Império Romano – Augustus Hotel, Av. Araguaia no. 702 – Centro – Goiânia / Goiás. Valor da inscrição: Municípios associados: R$ 50,00 Municípios não associados: R$ 100,00.

JUSSARA PARTICIPOU DA MOBILIZAÇÃO DA AGM CONTRA A CRISE NAS PREFEITURAS

A prefeita de Jussara participou da mobilização realizada pela AGM – Associação Goiana de Municípios, contra a crise das prefeituras. Vereadores, prefeitos, e deputados lotaram o Auditório Costa Lima da Assembléia Legislativa de Goiás.

Como parte da manifestação, na cidade de Jussara, a prefeita decretou ponto facultativo aos servidores, colocou faixas na prefeitura e também fez divulgação com propaganda em carro de som, para esclarecer à população sobre as dificuldades enfrentadas pelas prefeituras com a queda dos repasses, retenções, e aumento das obrigações.

CONTROLE RIGOROSO DAS CONTAS PÚBLICAS

De acordo com a prefeita Tatiana, desde o início da atual gestão tem sido feito rigoroso controle e contenção de gastos e despesas, enxugamento na folha de pagamento de servidores para que as metas e exigências do TCM sejam cumpridas.

Mobilização de prefeitos realizada pela AGM
O limite prudencial da folha de pagamento vem sendo ultrapassado desde gestões anteriores quando vários concursos foram realizados de forma inconseqüente aumentando o número de servidores em áreas desnecessárias, e impedindo novos concursos para os serviços essenciais como limpeza pública e outros. Esse limite de percentual da folha em relação à receita engessa a gestão e dificulta a solução para algumas necessidades, como concessão de gratificações, execução de horas-extras, ou contratação de pessoal. Mesmo a concessão de férias é dificultada já que o valor do adicional do terço de férias impacta na folha e força a elevação do índice prudencial.

Outro gargalo enfrentado é o pagamento de pesadas parcelas de dívidas herdadas de gestões anteriores e que comprometem parte da receita que poderia ser utilizada para investimentos importantes e necessários à população. As contas em dia garantem certidões que atestam a regularidade da prefeitura e de conseqüência habilitam o município para convênios junto ao Governo Federal e Governo Estadual.


Mesmo diante das dificuldades a prefeitura de Jussara mantém o pagamento do salário dos servidores dentro do mês trabalhado, e tem todas as certidões regularizadas, inclusive a da Previdência Social.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

TCM REALIZA INSPEÇÃO EM JUSSARA - PERÍODO 2009 A 20012

O Tribunal de Contas dos Municípios – TCM comunicou à prefeita Tatiana Ranna que está iniciando uma Inspeção Complexa no Poder Executivo de Jussara referente aos exercícios de 2009 a 2012 e solicitou documentações e informações, cópias em meio físico ou digital de uma extensa lista apresentada, como Estatuto dos Servidores, relatórios de pagamentos, folha de pagamento de servidores no período de 2009 a 2012, extratos das contas bancárias utilizadas para pagamento de pessoal.

A Comissão de Inspeção solicitou também a disposição de um servidor para acompanhar os trabalhos com informações e esclarecimentos acerca do pagamento de pessoal da prefeitura no período.

A Comissão de Inspeção é coordenada por Reginaldo Lopes dos Santos, Fernando Roriz Pina Filho é Chefe de divisão, e Walmir Carlos Clariano é Secretário de Fiscalização.

A prefeita Tatiana recebeu os membros da Comissão de Inspeção e garantiu o atendimento a todas as solicitações, com documentações solicitadas, e servidor para acompanhar os trabalhos, bem como disponibilizando sala para acomodar a comissão nas suas atribuições.


O período investigado é o mandato anterior à atual administração.

PREFEITOS SE MOBILIZAM E ALERTAM: MUNICÍPIOS PODEM PARAR

O Auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa ficou lotado nesta quinta-feira (26) durante a mobilização “A Gestão Municipal e a Crise Financeira”, promovida pela Associação Goiana de Municípios (AGM). Mais de 60 prefeitos, secretários, vereadores, cidadãos e demais lideranças municipais se reuniram para discutir a difícil situação pela qual passam os Municípios. Ao todo, mais de 300 pessoas participaram do evento.

Deputados estaduais também estiverem presentes, entre eles o presidente da Casa, Helio de Sousa, que afirmou que trabalhará em defesa da causa dos Municípios.

“O momento para se mobilizar é certo. A luta é grande. Já fui prefeito por dois mandatos (no início dos anos 1990) e naquela época os prefeitos tinham autonomia e podiam exercer o seu mandato com dignidade. Hoje, os prefeitos vivem de migalhas, temos que reconhecer o quanto essa tarefa é difícil e me solidarizo com vocês”, ressaltou Sousa.

Presidente da AGM Cleudes Baré falou aos prefeitos
O presidente da AGM, Cleudes Baré Bernardes, destacou a necessidade de que os prefeitos se mantenham unidos e mobilizados. “Juntos somos melhores do que qualquer um de nós separados. Precisamos buscar formas de superar a crise ou, pelo menos, minimizar os impactos nos Municípios. Toda a carga pesada está sobre os nossos ombros. Muitas pessoas falam que o prefeito precisa enxugar gastos, mas agora a única coisa que ainda podemos enxugar são as lágrimas”, declarou.

 SAÚDE

O superintendente executivo da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Halim Girade, também participou da mobilização e apresentou alguns dados relacionados à área, entre eles, a situação da saúde no Estado. No mapa, o superintendente apontou os municípios onde o atendimento é considerado bom, regular e ruim. Ele também mapeou os locais onde há alto índice de casos de dengue e chamou a atenção dos gestores para a necessidade de combater o mosquito aedes aegypti e de tomar medidas preventivas.

Fábio Seabra, presidente da Associação dos Municípios 
do Médio Araguaia (AMMA) e prefeito de Ivolândia parabenizou
o deputado Claudio Meirelles pela ação municipalista
Mas, o ponto mais esperado pelos prefeitos foi a apresentação de uma proposta de pagamento dos repasses em atraso das contrapartidas estaduais. Segundo Halim Girade, o compromisso que já está sendo cumprido é que os repasses deste ano não serão feitos em atraso. Já as parcelas em aberto poderão começar a ser pagas em julho deste ano, sendo finalizadas até dezembro do ano que vem, quando termina o mandato dos atuais prefeitos.

 DADOS DA CRISE

Cleudes Baré apresentou dados da realidade das administrações municipais hoje. Para se ter uma ideia das dimensões da crise, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), no acumulado de 2015 em comparação com o ano passado, sofreu queda de 7,75%, com as devidas correções pelo IPCA. A tendência é que os repasses sofram ainda mais reduções.

Além disso, levantamento da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), aponta que entre 2000 e 2013, a participação dos municípios na receita disponível passou de 17,93% para 18,41%, aumento de cerca de 0,5%.

Enquanto isso, as obrigações municipais passaram de 7,91% para 13,92%, aumento de quase 6%. “As contas não fecham. As receitas não crescem na mesma proporção que a despesa. Já não temos condições de arcar com mais nenhum compromisso e, no fim das contas, o serviço prestado à população acaba comprometido”, afirmou o presidente da AGM.

“Nosso movimento não é contra nenhum governo, somente a favor dos municípios. Precisamos para de mendigar recursos, precisamos de medidas mais enérgicas e eficazes. É preciso buscar junto aos nossos deputados a reforma do Pacto Federativo, amplamente defasado e que não se encaixa mais na realidade brasileira”, ressaltou.

Além das medidas de mobilização, Cleudes Baré destacou ações da AGM, como o Diário Municipal e o Goiás Compras, que possibilitam grande economia para os municípios. Ele apresentou ainda quais os principais pontos da pauta de reivindicações do movimento municipalista goiano para 2015 (veja pauta em anexo).

 
Deputado Claudio Meirelles foi aplaudido pelos prefeitos
LEI ORGÂNICA DO TCM

Outro ponto bastante discutido pelos prefeitos presentes foi a alteração na Lei Orgânica do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). O projeto de lei é do deputado Cláudio Meirelles, que participou da mobilização.

“Ser prefeito hoje não é fácil. O município é a parte mais fraca, o prefeito assume muitas responsabilidades que não são dele e não sai ileso, sendo amplamente punido. O TCM hoje multa de forma desenfreada e sem critério, atribuindo valores diferentes pela mesma infração para os prefeitos. Por isso, fizemos o projeto, temos que mudar essa realidade. Outro ponto importante é que os recursos advindos das multas sejam aplicados no município e se transforme em benefícios para a comunidade”, explicou. O deputado foi amplamente aplaudido pelos prefeitos.

 ELEIÇÃO

No evento, a nova diretoria da AGM também foi eleita por aclamação. O presidente da AGM, Cleudes baré, foi reconduzido ao cargo para mais um mandato de dois anos. O prefeito de Vianópolis, Issy Quinan, será o novo vice-presidente da entidade. Também integram a diretoria o prefeito de Cachoeira Alta, Kelson Vilarinho – Diretor Administrativo; prefeito de Nerópolis, Fabiano Luiz da Silva – Diretor Administrativo Substituto; prefeito de Firminópolis, Leonardo Brito – Diretor Financeiro e o prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio de Rezende – Diretor Financeiro Substituto.

Zubu Max entrevista Deputado Claudio Meirelles observados
pelo prefeito de Planaltina de Goiás, Reis.
Na ocasião, também foi assinado um convênio entre a AGM e a Faculdade Sul-Americana (Fasam) para que os servidores municipais possam realizar cursos de graduação e pós-graduação com descontos. O objetivo é promover a qualificação e o aperfeiçoamento do funcionalismo público, podendo assim melhorar o serviço prestado à população.

Ao final do evento, Cleudes Baré declarou “temos que pregar a união acima de tudo, independente de convicções partidárias. Aqui temos um só ideal: a causa municipalista. Só através da união e dos movimentos vamos conseguir mudanças. A crise está aí, mas o momento não é de abaixarmos a cabeça, mas de continuar lutando com determinação”, concluiu o presidente da AGM.

 Myla Alves – Assessoria de Comunicação da AGM

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

GOVERNO FEDERAL DEVE R$ 35 BILHÕES DE RESTOS A PAGAR AOS MUNICÍPIOS

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) está divulgando um levantamento atualizado sobre os Restos a Pagar (RAP). Atualmente, o governo federal deve R$ 35 bilhões aos governos municipais. Em meio à falta de recursos até mesmo para manter serviços essenciais, este dinheiro faz falta nos cofres de quase a totalidade das prefeituras brasileiras.

Os RAPs nascem da dificuldade que a União tem de executar o orçamento. A cada ano a CNM faz um balanço deste débito e identificou que esta situação só piora. O montante de débitos só aumenta e os entes municipais estão entre os mais impactados, pois boa parte dessa dívida é referente à obras nos Municípios.

Um vídeo da CNM lançado em 2009 mostra a “Peregrinação dos prefeitos a Brasília” em busca de emendas parlamentares na tentativa de investimentos em diversas áreas. Alguns conseguem emendas parlamentares para custeio de obras, mas quando o Orçamento Geral da União (OGU) sofre cortes, essas emendas são contigenciadas e prejudicam lá na ponta os Municípios. Assim, ou a obra fica inacabada ou o prefeito paga com recursos próprios aquilo que deveria ter sido pago com a emenda.

PROCESSADOS E NÃO PROCESSADOS

De acordo com a CNM, a União tem, ao todo, R$ 198,9 bilhões em Restos a Pagar.  A maior parte é de não processados - um total de R$ 165,7 bilhões - quando a despesa não foi realizada ou ainda não foi aferida/atestada e por isso não foi paga. Os processados somam R$ 33,1 bilhões e são aquelas despesas que foram executadas, e aferidas/atestadas e só faltam ser pagas.

No caso dos RAPs devidos aos Municípios, 31,5 bilhões (90%) são de não processados. O restante do recurso, os R$ 3,4 bilhões, são de processados. O RAP processado apresentava queda nos ultimos anos e em 2014 passou a crescer. Por outro lado, o RAP não processado tinha um crescimento considerável e a partir de 2012, depois de uma estagnação, o crescimento está em média de 10% ao ano.

Existem milhares de obras paradas e isso é preocupante, pois a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) proíbe que no último ano de mandato, no caso em 2016, haja Restos a Pagar. É preciso ter cuidado, recomenda a CNM. Passar dívidas para a gestão seguinte é improbidade.

PREJUÍZOS AOS MUNICÍPIOS

Este levantamento serve de alerta aos gestores municipais. Na avaliação da CNM, há um efeito negativo duplo nesta situação. A falsa expectativa de recebimento de recursos e o atraso nos projetos sob responsabilidade das prefeituras.

Muitos dos Restos a Pagar existem há mais de um ano. Do total que deve ser pago aos Municípios há concentração em três pastas: Ministério das Cidades, Ministério da Educação e Ministérios da Saúde. Juntos, eles correspondem a quase 70% do total de RAPs devidos aos governos municipais. No caso do MCidades, quase a totalidade está classificada como não processados. No MEC e MS são 74% e 58%, respectivamente.

Assessoria de Comunicação da AGM com informações da CNM

PRESIDENTE DA AGM REAFIRMA CONVITE A DEPUTADOS

Presidente da AGM convidou deputados para manifesto
O presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM), Cleudes Baré Bernardes, visitou mais de 20 gabinetes de deputados na Assembleia Legislativa de Goiás na tarde desta quarta-feira (25). Na ocasião, Baré reafirmou o convite aos parlamentares para a mobilização “A Gestão Municipal e a Crise Financeira”, promovida pela Associação nesta quinta-feira (26), no Auditório Costa Lima.

De acordo com Cleudes Baré, vários deputados confirmaram presença. A mobilização, inclusive, foi incluída no expediente do dia da Casa. O presidente da Alego, Helio de Sousa, também é presença confirmada no evento.

O chamado “bloco dos novatos”, formado por deputados que ingressaram na Casa nessa legislatura, chegou a desmarcar uma reunião com o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop), Jayme Rincón, para participar da mobilização.

Cleudes Baré ressaltou ainda a necessidade de que os deputados se comprometam com a causa municipalista.

“Os parlamentares representam as cidades e precisam compreender quais são as nossas reivindicações. Já não temos condições de arcar com mais nenhuma obrigação e os parlamentares precisam saber disso antes de votarem as matérias. É preciso que haja uma sintonia maior entre o Executivo e o Legislativo, a fim de que a população, que é o nosso alvo, seja beneficiada”, afirmou o presidente da AGM.


Myla Alves – Assessoria de Comunicação da AGM

MEIOS DE COMUNICAÇÃO DESTACAM MOBILIZAÇÃO DOS MUNICÍPIOS

TV Brasil Central entrevistou presidente da AGM
É intensa a movimentação de lideranças municipais em preparação para a grande mobilização dos municípios que acontece nessa quinta feira (26) na Assembleia Legislativa,à partir das 9 horas da manhã. Diretores da Associação Goiana de Municípios (AGM) prevem que essa será uma das maiores mobilizações municipalistas já realizadas no Estado até agora uma vez que é grande o número de confirmação de participações de prefeitos, vices e vereadores em contato com a entidade. O clima de entusiasmo é muito grande.

Por sua vez os meios de comunicação têm desempenhado um papel importante no trabalho de mobilização das lideranças, divulgando o evento. O presidente da AGM, Cleudes Baré, tem concedido inúmeras entrevistas quando avalia as consequências da crise enfrentada pelos municípios, bem como as suas causas. Nas cidades do interior os prefeitos tem utilizado os meios de comunicação locais, principalmente emissoras de rádio, para informar a população.

Na terça-feira (24) Baré participou do Jornal TBC, 1ª Edição, na TV Brasil Central quando foi entrevistado pelos apresentadores Marcelo Adriani e Michelle Bouson. O presidente destacou a gravidade da crise conclamando a todos para que participem ativamente da mobilização como forma de externar a gravidade do problema e a insatisfação quanto a atual situação.

“A população deve ser conscientizada de que não é o prefeito o culpado pela situação crítica que todos enfrentam. Muita gente não sabe disso. A causa principal é a politica centralizadora dos recursos nas mãos da União, a redução dos repasses, o aumento dos encargos e o atraso no cumprimento de obrigações por parte dos Governos”, salientou.

Cleudes Baré deixou claro que “não se trata do gestor querer fugir de suas responsabilidades, pois ele é consciente da situação. Mas sim, de mostrar a realidade como ela é. Sem maquiagem".

O presidente da AGM também fez questão de frisar que a mobilização não tem a finalidade de se posicionar contra o Governo Federal ou o Governo Federal, mas sim na defesa dos interesses dos municípios.
Na quarta-feira (25) Cleudes Baré concedeu entrevista a TV Capital.


Assessoria de Comunicação da AGM

CÂMARA DE JUSSARA É ALVO DE ATAQUE DE PICHADORES

Câmara de Jussara foi alvo de pichadores
A Câmara Municipal foi alvo de ataque de vândalos com pichações nas paredes do lado leste do prédio e também na parte frontal do Auditório Manoel Soares de Castro.

Dizeres como “late igual cachorro, morde igual um monstro” e “adivinha quem ta de volta na praça” estampam mensagens deixadas pelos pichadores, não faltando aqueles rabiscos, códigos e assinaturas costumeiros nestes tipos de vandalismos contra o patrimônio público.

O Legislativo é a “Casa do Povo”, não justificando portanto tais ataques praticados por vândalos pichadores, depredadores do patrimônio da população.


"Cabe à polícia descobrir os autores de tais fatos merecedores do repúdio da sociedade e punir de acordo com a legislação cabível", disse um servidor que pediu para não ser identificado.

Prejuízo ao patrimônio público

ESTÁDIO "GERALDÃO" ESTÁ QUASE PRONTO PARA TEMPORADA DE 2015

Estádio "Geraldão" está sendo preparado para jogos
e campeonatos
O Estádio "Geraldão" está passando por manutenção e cuidados com o gramado. Foi feita a cobertura da grama com adubo, uréia e calcário seguindo orientação profissional de agrônomo. Agora está sendo feita a primeira poda da grama, e logo após a segunda, que deverá ser feita na próxima semana, o estádio estará pronto para receber jogos e campeonatos novamente.

A última partida realizada foi o jogo beneficente no dia 22 de dezembro entre a equipe Estrelas do Futebol e da Música, que venceu por 7 X 2 a equipe da casa, Amigos do Miquim. De lá para cá, já se passaram 60 dias, o prazo suficiente para os cuidados com o gramado.


De acordo com o Coordenador de Cultura, Esporte e Lazer Leandro Cantor, “o gramado reagiu bem ao tratamento e a chuva ajudou, a grama está boa e o resultado foi o esperado, nossos atletas terão condições de mostrar um bom futebol, na parte que depender do Estádio Geraldão”.

Estádio "Geraldão" está sendo preparado para jogos 
e campeonatos

PREFEITURA REALIZA OPERAÇÃO TAPA-BURACOS NA VILA ARAXÁ E MANSÕES DO BOSQUE


Operação tapa-buracos na Vila Araxá
A prefeitura segue com a operação tapa-buracos aproveitando todo momento de sol realizando os serviços na Vila Araxá e Setor Mansões do Bosque. Duas equipes trabalham simultaneamente nos dois setores aproveitando o momento propício para a execução do serviço de recuperação das ruas.

De acordo com o Secretário de Transportes e Obras, José Carlos Borges, cerca de 220 toneladas de material asfáltico foram utilizados só neste ano na operação tapa-buraco.


A prefeitura tem feito todos os esforços para manter as ruas em boas condições mesmo com os poucos recursos disponíveis e também alguns dias de chuva que forçam a paralisação dos serviços.

Operação tapa-buracos no Setor Mansões do Bosque

MOBILIZAÇÃO DA AGM - DECRETADO PONTO FACULTATIVO PARA OS SERVIDORES NO DIA 26 DE FEVEREIRO EM JUSSARA

Prefeita Tatiana decretou ponto facultativo para o
dia 26 de fevereiro.
A prefeita Tatiana Ranna decretou ponto facultativo no dia 26 (quinta-feira) para os servidores dos órgãos e entidades da Administração Direta, Autárquica e Fundacional do Município de Jussara.

A mobilização dos municípios contra as suas crises financeiras, coordenada pela Associação Goiana dos Municípios – AGM motivou a paralização das atividades, exceto os serviços de saúde, serviços de limpeza urbana e a educação.


A AGM programou um grande manifesto para o dia 26 a partir das 09:00 horas na Assembleia Legislativa, contra a queda dos repasses e a retenção do ICMS. Está prevista a participação de prefeitos, vereadores e lideranças de todos os municípios goianos no evento que irá discutir ações para resolver a situação de crise vivida pelas prefeituras.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

A UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE-UBS DO SETOR VILA NOVA ESTÁ QUASE PRONTA

Prefeita Tatiana visitou UBS do Setor Vila Nova
A prefeita Tatiana Ranna visitou as obras de reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde do Setor Vila Nova acompanhada pelos vereadores Juesmar Garcia, Chiquinho da Nova Jussara e Arthur Junqueira. A Secretária de Saúde Luciana Freire, Secretário de Transporte e Obras José Carlos Borges, Secretário de Agricultura Itamar Caiado Filho, o Coquinha, também acompanharam a visita.

As obras físicas estão praticamente prontas, mas é aguardado a compra dos equipamentos e mobiliários, ar-condicionados, etc.

De acordo com a prefeita, já foram reformadas as unidades do Bairro Goiás, Setor Nova Jussara, Setor Planalto, e distritos de Betânia e Gueroba. Agora a Unidade do Setor Vila Nova também já está quase pronta, e a construção da unidade do Setor Alto da Boa Vista está adiantada

A finalidade da visita, conforme declarou a prefeita, foi para vistoriar e acompanhar as obras. “Essa não é a primeira vez que fazemos vistoria nas obras. Acompanhamos os serviços para poder conferir o que está sendo feito”, disse a prefeita. Foi constatado que a obra está quase concluída e logo estará em funcionamento para atender com mais qualidade os moradores do Setor Vila Nova e região.


A UBS do setor Vila Nova está quase pronta

UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO BAIRRO GOIÁS ESTÁ PRONTA E FUNCIONANDO

Prefeita e vereadores visitaram Unidade Básica de Saúde do
Bairro Goiás
A Unidade Básica de Saúde – UBS do Bairro Goiás foi reformada e ampliada, ficou pronta e já está funcionando. Durante as obras de reforma, no entanto, o atendimento aos pacientes foi realizado em imóvel alugado onde a unidade funcionou provisoriamente.

A prefeita Tatiana Ranna, juntamente com os vereadores Arthur Junqueira, Juesmar Garcia, e Chiquinho da Nova Jussara, e a Secretária de Saúde Luciana Freire, visitaram a UBS e conferiram as melhorias resultantes da reforma e ampliação. 

De acordo com a prefeita, já foram reformadas as unidades do Setor Nova Jussara, Setor Planalto, e distritos de Betânia e Gueroba. A Unidade do Setor Vila Nova já está quase pronta também e a construção da unidade do Setor Alto da Boa Vista está adiantada.

Consultório odontológico da USB do Bairro Goiás
SERVIÇOS OFERECIDOS À POPULAÇÃO

A nova Unidade de Saúde do Bairro Goiás já funciona com sala de vacina para recém-nascidos, adolescentes, adultos e idosos, incluindo o teste do pezinho para recém nascidos. Sala de procedimentos como curativos, lavagem de ouvido, injeções e administrações de medicamentos. Teste da mamãe, teste rápido de HIV e sífilis em gestantes, e demais pacientes que necessitam do procedimento.

É feito o atendimento médico com consultas e atendimento odontólogico. O serviço de enfermagem faz atendimento com consulta de hipertensos, Teste hgt. Aferição de PA.

Unidade Básica de Saúde do Bairro Goiás foi reformada e ampliada
Também são realizados exames de Prevenção, Conduta de CD/Crescimento e Desenvolvimento, Puericultura, atendimento anti-rábica,
A UBS disponibiliza serviços de distribuição de medicamentos dos hipertensos e diabetes que oferecidos na farmácia básica.

A coordenadora responsável pela UBS do Bairro Goiás, enfermeira Leisiane Alves disse que a nova sede atende as necessidades dos profissionais e oferece mais conforto e melhorias para a população.

Alguns reparos serão necessários para que a obra seja entregue definitivamente à prefeitura, já que a fiscalização da obra constatou problemas em parte do telhado e também alguns detalhes menores que não atendem as exigências. 

MUNICÍPIOS INTENSIFICAM PREPARATIVOS PARA MOBILIZAÇÃO DE QUINTA (26)

Através das redes sociais e de comunicados feitos a Associação Goiana de Municípios (AGM) pode se constatar a movimentação das prefeituras goianas em preparação para grande mobilização programada para essa quinta feira (26). A partir das 9 horas da manhã, no auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa, em Goiânia, prefeitos, vereadores e lideranças municipais vão se reunir para discutir “A Gestão Municipal e a Crise Financeira”. Também participarão deputados, senadores e secretários estaduais.

Várias prefeituras já decidiram por decretar ponto facultativo no dia do evento e vão fechar as portas como forma de chamar a atenção da população para o problema, colocando faixas nos prédios públicos com informações de conscientização sobre a realidade atual.

O prefeito de Vianópolis Issy Quinan diz que mobilizou um grande grupo de lideranças locais e já confirmou participação na mobilização. Também está promovendo um trabalho através dos meios de comunicação locais, numa conversa direta com a sociedade, dando informações detalhadas sobre o problema. “A crise é grave e com sintomas de piorar. Mas ela não é de agora.
Vem desde o início de nossas administrações. Ela faz com que o gestor não realize uma administração da forma como gostaria. Os efeitos podem ser sentidos na preservação das estradas rurais, na redução do número de vagas nas creches, no atendimento de saúde”.

Em Hidrolândia o prefeito Paulo Sérgio também confirma a mobilização de lideranças políticas e servidores para que participem da mobilização. Em Britânia o prefeito Carlos Vitor Martins também confirmou participação e anuncia ações de mobilização na cidade.

Em Bom Jardim de Goiás a prefeitura também decidiu que vai fechar as suas portas como forma de chamar a atenção da população.

No final da mobilização será divulgado um documento contendo as principais reivindicações e um apelo para o engajamento de todos em apoio a luta municipalista.


Assessoria de Comunicação da AGM

PREFEITURA VAI CONSTRUIR QUADRA COBERTA NA ESCOLA AGRÍCOLA COMENDADOR JOÃO MARCHESI

Prefeita Tatiana entregou contrato ao representante da
empresa responsável pela construção da quadra coberta.
A prefeita Tatiana Ranna assinou contrato para construção de uma quadra esportiva escolar coberta na Escola Agrícola Comendador João Marchesi com início das obras de imediato.


A obra está orçada em R$ 462.160,57 com recursos garantidos junto ao PAC2/FNDE do Governo Federal. A contra partida da prefeitura é a doação do terreno.


A quadra será coberta, com arquibancadas, banheiros e vestiários, própria para a prática esportiva de várias modalidades, como futsal, basquete, vôlei, handebol, e também poderá ser utilizada para realização de eventos como encontros, palestras, etc.


Antiga quadra de esportes da Escola Agrícola Comendador João Marchesi
 não oferece condições de uso

A prefeita Tatiana visitou o local onde existe a quadra de esportes velha, totalmente deteriorada, sem condições de uso e que será demolida para a construção da quadra coberta. Os vereadores Arthur Junqueira, Juesmar Garcia, Chiquinho da Nova Jussara acompanharam a prefeita em visita ao local, juntamente com o diretor da escola agrícola Gwilmour Braz, e os responsáveis pela empresa VALLE CONSTRUTORA, responsável pela execução da obra. Também acompanharam a visita o Secretário de Transporte e Obras José Carlos Borges, e o Secretário de Agricultura Itamar Caiado Filho, o Coquinha.

Diretor Gwilmour Braz destacou importância da obra para a
Escola Agrícola Comendador João Marchesi

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

AGM AFIRMA QUE CRISE PODERÁ CAUSAR ATRASO DE SALÁRIOS EM 158 PREFEITURAS

Texto publica no jornal O Popular alerta sobre
crise nas prefeituras
Texto publicado no Jornal O Popular de Goiânia, no dia 20 de fevereiro, preocupa servidores públicos municipais em todo o Estado de Goiás. Segundo o texto, algumas prefeituras terão dificuldades para manter o salário dos servidores em dia.

Em Jussara, desde o início da atual administração, a prefeita Tatiana tem trabalhado com austeridade, cortando despesas e trabalhando para aumentar a receita com a finalidade de preservar em dia os salários dos servidores. “O pagamento dos salários dos servidores em dia sempre foi e sempre será a nossa prioridade”, destaca a prefeita.

AGM mostra retenção de ICMS
Mas é sabido que em, Jussara a folha de salários é extremamente “inchada”, fruto dos sucessivos concursos realizados nas gestões passadas. São mais de 700 servidores efetivos. Os comissionados não chegam a trinta, incluindo o secretariado, não há mais onde cortar. O pagamento de dívidas herdadas do passado também atrapalha muito. As demissões tem sido evitadas, tem sido feito de tudo para que sejam preservados pelo menos os empregos. “O índice permitido pela legislação para afolha de pagamento vem sendo extrapolado desde a última gestão, e não está fácil mantê-lo dentro de patamares aceitáveis pelo TCM”, disse a prefeita.

De acordo com a prefeita, o momento é crítico, é preciso esforço, dedicação e união para que a crise não force algumas demissões em Jussara, a fim de preservar o pagamento em dia.

Os prefeitos começarão a mobilização, como forma de protestar contra a queda nos repasses federais e estaduais, a causa da crise nos município.

VEJA A MATÉRIA VEICULADA NO JORNAL O POPULAR

AGM AFIRMA QUE CRISE PODERÁ CAUSAR ATRASO DE SALÁRIOS EM 158 PREFEITURAS

A Associação Goiana dos Municípios – AGM prevê que a crise financeira poderá causar atraso no pagamento dos salários dos servidores de 158 prefeituras em Goiás até abril. “A situação que sempre foi grave, agora ficou crítica com a queda e atraso nos repasses do FPM (imposto federal) e do ICMS”, disse o presidente da AGM e prefeito de Bom Jardim de Goiás, Cleudes Baré (PSDB). A AGM estima que neste ano os repasses federais já sofreram queda de 8,6%. O Estado ainda tem pendente repasses de 2014. Muitas prefeituras tem promovido cortes nas despesas, redução de comissionados e revisão de contratos para manter a folha salarial em dia, mas Cleudes Baré diz que são medidas paliativas e de curto prazo. “Vão permitir que os prefeitos cumpram obrigações fiscais e não sofram penalidades. Mas estas medidas geram forte impacto negativo na população com demissões e perda na qualidade dos serviços públicos”, disse o presidente da AGM.

AGM noticia dificuldades vividas pelas prefeituras

PREFEITURA REALIZA ARRASTÃO CONTRA A DENGUE EM JUSSARA

Equipe realizam "Arrastão" contra a dengue em Jussara
A prefeitura de Jussara, através da Secretaria Municipal de Saúde e o Núcleo de combate a Vetores, e ainda a Secretaria de Transportes Obras e Ação Urbana, está realizando o Manejo contra a Dengue com início no dia 23 de fevereiro até o dia 05 de março.

As atividades tiveram início logo pela manhã na sede da Secretaria Municipal de Saúde no Bairro Goiás quando foi servido o café da manhã na abertura da campanha quando será intensificado o combate aos criadouros do mosquito aedes aegypti.

A secretária de saúde Luciana Freire destacou a importância deste arrastão contra a dengue e agradeceu aos servidores e colaboradores pela participação. Já o presidente do Conselho Municipal de Saúde Dr. Luiz Carlos alertou para que os esforços sejam concentrados e os focos dos mosquitos eliminados.


Servidores orientam moradores sobre a eliminação de criadouros
do mosquito aedes aegypti

Um serviço de som utilizando veículos de propaganda volante segue junto com as equipes comunicando a ação aos moradores com os dias e horários de recolhimento do lixo pelos caminhões da prefeitura.

Os moradores estão sendo visitados e orientados sobre a necessidade de eliminar os criadouros, e que precisam colaborar retirando todo o lixo para fora para que seja recolhido pelos caminhões.

Carro de som avisando os moradores sobre o arrastão contra a
dengue em Jussara
Os lotes e terrenos baldios serão limpos com todo o lixo retirado e destinado corretamente. As atividades tiveram início pelo Bairro Goiás e setores mais críticos conforme relatórios da Secretaria Estadual de Saúde, e destes se estenderão por toda a cidade.

SITUAÇÃO SOB CONTROLE - MAS É NECESSÁRIO INTENSIFICAR AÇÃO

A situação do município é de “BAIXO RISCO PARA A EPIDEMIA DE DENGUE” conforme “CARTA VERDE – PARABÉNS” enviada pelo Secretário de estado da Saúde de Goiás Leonardo Moura Vilela à prefeita Tatiana Ranna, mas é preciso intensificar as atividades de combate aos criadouros do aedes aegypti.


Secretária de Saúde Jussara mostra "Carta Verde":situação de baixo risco
de epidemia de dengue em Jussara

A prefeita Tatiana destaca a atuação da equipe dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes Comunitários de endemias, que mesmo com todas as dificuldades operacionais, superaram a meta programada de visitas a 910 imóveis atingindo 1082 visitas. “A dedicação da equipe, a capacidade de todos os valorosos servidores que atuam nesta luta, e o apoio da população que colabora, é que está possibilitando o controle da dengue em Jussara”, destaca a prefeita.

Limpeza de áreas públicas e terrenos baldios

JUSSARA RECEBE “CARTA VERDE” PELA SITUAÇÃO DE “BAIXO RISCO PARA A EPIDEMIA DE DENGUE”

A prefeita Tatiana Ranna recebeu “CARTA VERDE – PARABÉNS” enviada pelo Secretário de estado da Saúde de Goiás Leonardo Moura Vilela por Jussara encontrar sob situação de “BAIXO RISCO PARA A EPIDEMIA DE DENGUE” de acordo com informações, mapas e gráficos com a incidência acumulada nas últimas quatro semanas. A incidência dos casos notificados está abaixo de 100 casos por 100 mil habitantes, por isso a carta da cor verde.


Na carta o Secretário Leonardo Vilela alerta para que seja mantida a articulação de todas as secretarias do município, assim como a população em relação às medidas de prevenção em atividade. Sugere também sejam mantidas as visitas domiciliares de rotina pelos Agentes de Combate a Endemias – ACE com atenção positiva aos possíveis casos para realização dos trabalhos de eliminação do criadouro.

AGM - PREFEITURAS DEVEM DECRETAR PONTO FACULTATIVO DIA 26

Presidente da AGM Cleudes Baré convoca prefeituras para
mobilização
A Associação Goiana de Municípios (AGM) continua mobilizando os municípios para o grande evento que será promovido nessa quinta feira (26), a partir das 9 horas da manhã na Assembleia Legislativa, quando estará em discussão “A Gestão Municipal e a Crise Financeira”. Será um importante momento não só para se discutir a saída para a atual situação financeira, mas também de demonstração de insatisfação pela política adotada pelos governos e de buscar maior aproximação com os deputados estaduais, federais e senadores. Também estarão participando representes do Governo do Estado.

A AGM convoca a todos os prefeitos, vices, vereadores e demais líderes municipais para que participem ativamente dessa mobilização, ao mesmo tempo em que orienta as prefeituras para que promovam manifestações locais, envolvendo toda a comunidade, como forma de esclarecimento das reais causas da crise e as consequências para a população.

Para tanto sugere a colocação de faixas nos prédios públicos com dizeres alusivos a atual realidade que chegou ao extremo. Os municípios, principalmente os pequenos e médios, estão sem recursos para o que se pode considerar de estritamente necessário para uma administração eficiente como o atendimento básico na saúde, na educação, na manutenção de vias e de outros serviços. Outra sugestão da entidade é a de decretação de ponto facultativo no dia 26 como forma de chamar a atenção nas cidades e de propiciar aos servidores municipais condições para que também participem da mobilização em Goiânia.

Os municípios já promoveram todos os tipos de cortes de gastos possíveis para se adequar à crise financeira, chegando ao seu limite, com reflexos diretos e imediatos em todos os serviços prestados. Mas prevê se que em breve poderão ter de adotar medidas que vão afetar diretamente os servidores municipais. Mais de 150 prefeituras goianas (de um total de 246) podem começar a atrasar o pagamento de salários e promover mais dispensa de servidores.

O presidente da AGM, Cleudes Bernardes “Baré”, lembra que “nenhum prefeito gostaria de adotar essas medidas, consideradas duras. Elas estão sendo tomadas à contra gosto, mas são necessárias”. Ele convoca os prefeitos para que participem efetivamente dessa luta lembrando que “se queremos mudanças, temos que mudar nossa maneira de agir, participando. Afinal, a mudança começa por nós mesmos”.


Assessoria de Comunicação da AGM

domingo, 22 de fevereiro de 2015

PREVJUS MOSTRA EM RELATÓRIO SALDO BANCÁRIO DE R$ 10.388.600,55 NO MÊS DE JANEIRO

Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Jussara
PREVJUS
 
O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Jussara – PREVJUS publicou em 09 de fevereiro, o Relatório de Prestação de Contas referente ao mês de janeiro de 2015.

De acordo com o relatório, o PREVJUS teve uma despesa previdenciária no valor de R$ 230.452,35 com pagamento a 144 aposentados, R$ 38.335,84 com pagamento a 35 pensionistas, R$ 5.769,73 com pagamento a 2 Salários Maternidade, e R$ 11.867,86 com pagamento a 8 Auxílios-doenças. O total das despesas previdenciárias foi R$ 286.425,78. Mas o Instituto teve ainda despesas administrativas que somam R$ 14.755,45, com folha de pagamento, assessoria, manutenção, etc.

No mês de janeiro, o total do repasse dos valores descontados dos segurados foi de R$ 119.556,70, e o valor repassado referente ao patronal foi de R$ 222.810,22, totalizando então R$ 341.366,92 repassados pela prefeitura ao PREVJUS.

O PREVJUS tem um total de R$ 10.016.788,36 aplicados na rede bancária local, que somados a saldo bancário de R$ 371.812,19, totalizando R$ 10.388.600,55.

A Prefeitura de Jussara se encontra em situação regular perante o Instituto de Previdência.

PREFEITURA REPASSOU R$ 178.261,83 PARA A CÂMARA DE VEREADORES REFERENTE AO DUODÉCIMO DE FEVEREIRO

Recurso é usado para manutenção da Câmara Municipal
A prefeitura de Jussara fez o repasse de R$ 178.261,83 referentes ao duodécimo do mês de fevereiro.

O valor repassado no dia 19 é usado para pagamento de despesas de manutenção da Câmara, como água, energia elétrica, telefone, café, lanche, material de limpeza e de escritório, informática, etc.

Os salários dos vereadores, denominados subsídios, e salários dos servidores da Câmara também são pagos com esses recursos repassados pela prefeitura.
Poucas pessoas sabem, mas na verdade o subsídio é subtraído da receita bruta do Município por obrigação constitucional e repassado mensalmente à Câmara de Vereadores.


A prefeitura já repassou o total de R$ 356.523,66, a soma de janeiro e fevereiro, cumprindo as obrigações rigorosamente dentro dos prazos legais.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

JUIZ DE JUSSARA DEFERIU LIMINAR AO PEDIDO DO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA SUSPENSÃO DE COBRANÇA ABUSIVA DA CELG - LIMINAR VALE PARA JUSSARA E SANTA FÉ DE GOIÁS

Dr. Joviano Carneiro Neto, Juiz da Comarca de Jussara
O Juiz Joviano Carneiro Neto da Comarca de Jussara, que abrange também o município de Santa Fé de Goiás, deferiu o pedido de Liminar feito pelo promotor de Justiça Rômulo Corrêa de Paula na ação civil pública proposta contra a Companhia Energética de Goiás (Celg), em razão de cobranças abusivas nas contas dos consumidores das cidades de Jussara e Santa Fé de Goiás.

Pela decisão, foi determinada a suspensão imediata da cobrança das faturas do mês de janeiro com vencimentos no mês de fevereiro. A CELG fica impedida de suspender o fornecimento de energia elétrica, ou negativar os consumidores em decorrência de tais faturas.

Também foi determinado à CELG que num prazo de 15 dias seja feito novos cálculos das faturas com base em critérios especificados na decisão.

Os consumidores que pagaram terão direito à restituição dos valores pagos excedentes após o novo cálculo, em forma de crédito que será abatido nas próximas faturas.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

CDL DE JUSSARA CONSEGUE MAIS FACILIDADE JUNTO À PREFEITA TATIANA NA EMISSÃO DO ALVARÁ NA PREFEITURA

Reunião da diretoria da CDL de Jussara no gabinete da
prefeita Tatiana
A prefeita de Jussara Tatiana Ranna atendeu pedido da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL de Jussara e aboliu a apresentação pelos empresários, da ART anual de vistoria do imóvel para emissão do Alvará de Localização e Funcionamento.

A medida facilitará a expedição do Alvará aos empresários com economia de cerca de R$ 200,00. De acordo com o Decreto nº 063/2015 de 20 de fevereiro, ficou estabelecido que será exigido o Alvará do Corpo de Bombeiros, e o Termo de Responsabilidade Técnica assinada pelo representante legal da empresa, além, claro, dos documentos exigidos no Código de Posturas.


De acordo com o presidente da CDL, Sílvio José Lopes, a medida atende a reivindicação da classe empresarial, uma economia e também facilidade, já que é uma obrigação a menos.

Participaram da reunião junto à prefeita Tatiana, a Procuradora de Justiça do Município Drª Thuany Carneiro, o presidente da CDL Silvio José Lopes, o Delegado do CDC/Jussara José Ribeiro da Silva, o secretário da CDL Wésio Araújo, e os diretores Paulo Pereira Leonel, Rafael Vieira Rebouças, e Antonio Aparecido Farias Rebouças (o Baiano)

Antonio Aparecido Farias Rebouças (o Baiano), Wésio Araújo, Rafael Vieira Rebouças, 
prefeita Tatiana,  Delegado do CDC/Jussara José Ribeiro da Silva, 
Paulo Pereira Leonel,  presidente da CDL Silvio José Lopes,
Procuradora de Justiça do Município Drª Thuany Carneiro